Posts Tagged 'processador'

N95, N96 e N97: Quem substitui quem?

Atendendo ao pedido do leitor Leonardo, hoje irei falar das principais diferenças destes modelos e principalmente, quem pode substituir o velho guerreiro N95?
Este post no entanto terá um caráter bem pessoal, portanto, cada um expresse sua opinião nos comentários. Procurarei ao máximo ser imparcial, mas tal assunto não permite imparcialidade a 100%

N95

O N95 foi lançado em Março de 2007 agregando tantas funções em um só aparelho, que hoje aposto que é um dos mais vendidos no mundo!
Lançado originalmente em 4 versões, estas trazem algumas diferenças como a frequência de operação e a bateria, coisas que discutiremos abaixo.

Por trazer tantas funções, o mesmo foi apelidado de “The King” ou “O Rei” em português.
E foi uma sacada muito inteligente da Nokia, pois é um High End Smartphone vendido a preços que não podem ser comprados por qualquer um.

As funções básicas de todos os modelos são: Quad band GSM, tela de 16M cores; plug de 3,5mm para fone; acelerador 3D; processador de 332mhz ARM 11; GPRS; EDGE; 3G (atentar a frequência); Wi-Fi b/g; Bluetooth; Infravermelho; entrada MiniUSB para cabo de dados; Symbian 9.2; GPS+A-GPS; Acelerômetro; e a super câmera de 5mp com lentes da Carl Zeiss, auto foco e flash LED.

N95-1
É o modelo mais “básico” de todas as 4 versões do N95. Trás uma tela de 2,6″, apenas 64mb SDRAM e uma bateria de 950mAh, suficiente para dois dias no máximo!

N95-2
Também conhecido por N95 8gb, foi apresentado ao mundo em Outubro de 2007. Além dos 8gb de espaço interno, ele trás uma tela maior de 2.8″, 128mb SDRAM e uma bateria de 1200 mAh.
Infelizmente este abdica a proteção traseira da lente da câmera, presente apenas no N95-1.
Opera em UMTS a 2100 mhz.

N95-3
Pode ser comparado ao N95-1. Este trás os 128 mb SDRAM presentes nas versões 2 e 4, além da bateria de 1200 mAh. Como diferencial, trás ainda o slot de cartão de memória (sem os 8 gb internos) e a tela de 2,6″
O que o difere do N95-1 principalmente, é sua frequência em 3G, 850/1900 mhz.

N95-4
Identico ao N95-2, este se diferencia apenas pela mudança de frequência 3G, 850 e 1900 mhz.

N95-2 e N95-4

N96

A Nokia tentou corrigir diversas deficiências do N95 neste modelo, mas acabou apenas trazendo ainda mais problemas.
Há quem prefira o N96 pela sua beleza, já que conta com cantos arredondados ao invéz do quadradão do N95, mas suas características deixam a dever ao seu irmão mais velho.

A comparação mais “justa” é entre o modelo N958gb e o N96, se bem que os outros modelos não deixam nada a dever.

Benefícios do N96: Seu principal apelo é o receptor de TV Digital integrado que, não funciona aqui no Brasil!
Trás também 16 gb internos de memória e com a possibilidade de expansão (na época de lançamento se falava em 48 gb).
O slide parece mais firme e acham ele mais bonito (gosto pessoal)

EDIT: Complementando a fim de uma comparação mais justa, a bateria de 1200 mAh do N95 pode ser utilizada no N96 sem problemas, apenas com um pouco mais de dificuldade para encaixar a tampa traseira (mas encaixa)
Ele não trás acelerador 3D mas consegue decodificar via Hardware alguns formatos de vídeo consequentemente aumentando a durabilidade da bateria bem como a eficiência neste tipo de “serviço”

Contras do N96: Foi removido o acelerador 3D de seu hardware e incorporado um processador mais fraco, um ARM9 de 264 mhz.
Diga adeus também ao infravermelho e a bateria de 1200 mAh, contando apenas com a velha de 950 mAh.

O sistema é mais atualizado, o Symbian 9.3 o que acaba sendo mais um problema, já que os desenvolvedores estão pulando este e indo direto ao OS 9.4, sistema equipado no Nokia 5800 XpressMusic e N97 por exemplo.

N97


Anunciado para Junho de 2009, o N97 é um aparelho diferente de todos que você já viu! Por quê?
Para começar ele é Quad Band GSM e Tri Band UMTS. Sua tela de 16M cores possui resolução de 360×640 pixels, tendo 3.5″ e um vidro mais resistente além de ser TouchScreen

Incluído no pacote está um teclado físico Full QWERTY (muito melhor de digitar do que diretamente na tela), 32gb de memória interna + possibilidade de expansão, Wi-Fi, mesma câmera de 5mp do N95, nova função de Transmissor FM, uma senhora bateria de 1500 mAh, um sensor de proximidade para desligar o visor quando a pessoa está longe, reconhecimento de escrita com as mãos, sistema Symbian 9.4 release 5, e até mesmo o singelo acelerômetro e a proteção da lente da câmera.

Em contra partida, não trás o acelerador 3D presente no N95, coisa que infelizmente os modelos lançados daqui para a frente, não tem trazido e a Nokia parece-me não investir mais em tal, uma pena!

Eu ainda cito o N86 como um concorrente de peso, que apesar de não contar com o touchscreen, trás uma câmera com lente Carl Zeiss de 8mp com abertura variável (recurso bem legal), além de um processador bem melhor de 434 mhz ARM11;

Conclusão

Fica claro que o N96 não é nem de longe o substituto do N95.
Além de absurdamente mais caro (2399 reais contra 989 reais na versão 1 e 1699 na versão 8 gb), não trás recursos importantes que o N95 trazia, como a bateria e o processador potente.

Por outro lado, o N97 demonstra ser um excelente substituto para o velho rei, assim como o N86 8MP. Ambos ainda não foram lançados comercialmente mas já demonstram toda a potencialidade.
É questão de gosto. Quem quer TouchScreen prefere o N97 e quem prefere um contato mais “físico”, o N86 8MP está ai como uma excelente pedida.

O preço deve ser bem alto no começo, mas tudo deverá melhorar com a abertura da fábrica aqui no Brasil, esperando que estes dois aparelhos sejam também fabricados aqui, assim como o N85

Vamos preparando o bolso e o seguro então!

EDIT: E faltou falar sobre as falhas do N95. “Puxei tanta sardinha” e não falei dos principais problemas. Muito bem lembrado Leonardo!

Muitos usuários reclamam da folga no slider depois de um tempo, remediada com pedaços de fita adesiva (faça por sua conta e risco)

Outros reclamam do auto falante que tem um chiado durante a ligação e músicas. Eu nunca ouvi mas a solução (as vezes) é enviar para a Nokia
Sim, as vezes pois já houve casos que o aparelho voltou igual.

Ele trava! Sim e ele trava e reinicia bastante em versões antigas de firmware.
A causa normalmente é por problemas do Software antigo (use o Nokia Software Update para atualizar) e também pode ser ocasionada por causa do cartão de memória ruim ou até bateria mal encaixada… (dê uma olhadinha)

Um amigo tinha um N95-3 com a memória interna totalmente cheia. NUNCA faça isso. Use um cartão de memória para salvar suas fotos, músicas e instalação de aplicativos.
Alias o cartão de memória mais recomendado é o SanDisk! Alguns Kingston já deram problema… mas são bons em geral.

Sendo assim seu N95 ficará muito mais estável e rápido (mas ainda não totalmente livre de problemas como o reinicio após a gravação longa de um vídeo).

Minha opinião é que nenhum ainda substitui ele, talvez apenas o N82 e só!

Afinal N73 é ou não 3G?

A pergunta de muitos é se o N73 realmente é 3G ou não.
Sites como o Gsmarena.com dizem que o N73 é UMTS 2100 mhz, não especificando no entanto à qual modelo se referem, N73-1 ou N73-5.

Lá fora, em outras partes do mundo, não existe tal distinção já que os aparelhos vendidos são nativamente RM-133 3G, seja ele Prata, Preto, Vermelho ou Branco.

Por aqui as coisas são bem diferentes, existindo apenas o modelo RM-132 Prata e o RM-133 Preto, este último vendido também como Music Edition.

Mas porque a Nokia decidiu fazer isso aqui? O 3G acrescenta tanto assim ao aparelho?

Na verdade ninguém sabe qual é a verdadeira razão da Nokia ter retirado o 3G do N73, criando uma “nova versão”. Muitos dizem que é apenas uma jogada de Marketing.

A Nokia mesmo diz que lançou tal versão pois na época de lançamento do N73 (2006 lá fora), ainda não havia 3G implementado em alguns países e por isso lançaram tal versão sem o bendito 3G, acabando por cortar custos sobre o aparelho.

Eu sinceramente não acho que um conversor A/D e um chip para o WCDMA própriamente dito, iriam aumentar o custo do aparelho, apesar de vermos o contrário, com a versão ME custando pelo menos, R$300,00 a mais!

E caso eu atualize a versão de software colocando a do RM-133, ele não irá virar 3G?

A resposta curta? Não!

Assim como acelerômetro – recurso que muitos querem – o 3G depende de um Hardware específico para funcionar.
Oras, se você tem um celular Quad-Band GSM, é porque esta implementação foi feita a nível de Hardware e de Software; um não funciona sem o outro.

Para existir a funcionalidade 3G em seu aparelho, este deve possuir um CI dedicado a conversão dos sinais de tal banda, assim como um Chip de controle, acabando por desafogar o processador principal do aparelho também.

Então, se você fizer tal conversão a nível de software, você irá apenas colocar 3 opções inúteis no seu N73 (Vídeo Chamada, UMTS Only e Dual), e quando selecionar tal opção, o celular pedirá para reiniciar, mas sem de fato habilitar o que você selecionou previamente

Antes, o principal motivo para tal atualização era apenas a questão de prioridade.
A Nokia dava prioridade maior ao N73 RM-133 (afinal ele era vendido em todo o mundo), ficando assim o software do RM-132 bem desatualizado em relação a seu irmão Europeu.
Hoje ambos estão em pé de igualdade, possuindo até mesmo versões com numeração quase idêntica, enfatizando tal frase ainda mais: 4.0839.42.1.1 e 4.0839.42.2.1 (RM-132 e RM-133 respectivamente).

Acredita-se ainda que as primeiras versões vendidas aqui no Brasil, mesmo o N73 sendo prata, tivesse o Hardware 3G.
Não se descarta tal possibilidade, tendo a Nokia posteriormente feito um ajuste de mercado, reforçando a tese da “Jogada de Marketing”.

Existem outras variações do N73?

Sim, existe ainda mais uma variação que na verdade é apenas conhecida como N73-China (não referente as cópias xing-ling).
Nela é removido o 3G (e seria removido o Wi-fi também se tivesse), além de sabe-se lá o que mais.
Isto se deve a política interna da China, onde os usuários não podem ter acesso completo à Internet para não ir contra ao governo Chinês.

Há algo que eu possa fazer com relação a isto?

Muitas pessoas abriram processo contra a Nokia, questionando-os do porque tal função ser removida e apresentando como provas sites especializados.

O principal problema é que nem mesmo no manual e nem no site da Nokia, ela coloca 3G como característica, não podendo assim ser usado como argumento.
Além disso, o outro modelo serve justamente como diferenciação.

Ou seja, no way! É melhor gastar um pouco mais e comprar por exemplo, o N78 que já vem com 3G e inclusive com processador e memória melhores e custa o mesmo que o N73-ME, do que tentar entrar em uma briga judicial.

Afinal, o 3G realmente será relevante para mim?

Depende!
Quem usa 3G é aquele pessoal que precisa ficar o dia todo Online, seja da onde for, ou mesmo aqueles que usam esporadicamente a Internet, mas querem estar sempre conectados em alta velocidade.

Além da Internet, há serviços melhorados como TV Streaming e Vídeo Chamada, aumentando a qualidade perceptivelmente.

Em 2.5G dá para assistir TV? Dá, claro que dá!
Não será com uma excelente qualidade de imagem, mas ocorrerá sem cortes!

Lembrem-se que mais do que a diversão, deixar seu celular sempre em 3G, consome muito mais sua bateria já que o tráfego de dados é muito mais intenso do que a rede GSM

Eu particularmente, não sinto falta do 3G em meu aparelho.
Sinto sim falta de Wi-Fi, para publicação em tempo real de fotos que eu tiro no meu dia-a-dia (estou montando meu Flickr.. acesse: http://www.flickr.com/photos/ene73)

Houveram casos como o Nokia 6555 em que quando habilitado 3G, o aparelho esquentava em demasia, sendo perigoso até para seus usuários (baterias + calor = explosão).

Quem tem 3G no celular, lembre-se de usar com sabedoria, deixando desabilitado quando não for navegar.
Quem não tem, não tem porque ficar triste! 3G por enquanto no Brasil, está mais para Inglês ver.

E quem tem um N73 para navegar em 3G, procure outro! N73 versão RM-133 só navega até 384 kbps não possuindo HSPDA para velocidade maior.
É também um 3G só para Inglês ver.

Finalizando, as siglas WCDMA e UMTS significam o mesmo que 3G.
Para ler mais sobre, dêem uma olhadinha na Wikipedia 😉

Aqui temos um esquema da placa do N73. Reparem na parte cor de rosa e na frase: “WCDMA part only avaiable in RM-133”.
*Clique em cima para ver em tamanho real*

Espero ter esclarecido a questão 😉

Para mais esquemas, acesse: http://www.eserviceinfo.com/index.php?what=search2&searchstring=N+73
Precisa do Adobe Reader ^^

N73 e seu Dual Processor

É bem vísivel a todos os mais experientes compradores do N73, que em suas especificações lá no GSMArena.com , ele possui as seguintes características de Hardware:

– 42 MB user memory
– 64 MB SDRAM
– Dual ARM 9 220 MHz CPU

O que seria esse Dual ARM 9?
A memória RAM e ROM já é conhecida por todas, sendo a primeira para execução de programas e a segunda para armazenamento de dados!

Para explicar do processador ARM9 e essa palavra Dual antes, precisamos ver antes de mais nada, qual a estrutura de Hardware que o N73 e mais alguns outros aparelhos da Nokia usa.
Veja abaixo o esquema:

Podemos perceber que ali do lado do ARM926, que seria o nosso processador em questão, há sim um outro processador mas não similar (e que nem ao menos executa a mesma função).
Se trata do TMS320C55X da Texas Instruments.

ARM926

O ARM926EJ-S é um processador de 32-bits com arquitetura RISC (Set de Instruções Reduzidas) – ao contrário de nossos PCs que é CISC – que permite tamanho flexíveis de caches e instruções.

Provê uma instrução separada para a interface AMBA AHB e implementa um conjunto de instruções ARMv5TEJ para melhorar a performance, executando uma instrução 16×32 bits em um único ciclo.
Além disso, inclui um ponto fixo DSP para melhorar a velocidade de processamento de algorítmos de diversos tipos de sinais e aplicações como miniaturas e execução de código Java.

Como nosso foco não está nele, basta você dar uma olhada nesta página: http://www.arm.com/products/CPUs/ARM926EJ-S.html e poderá ver tudo que o processador do seu celular oferece.

TMS320C55x

O TMS320C55x é um CI fabricado pela Texas Instruments, consumindo apenas 0.05mW sendo alimentado com 0.9V.
Este roda a 400 Mhz e tem uma performance 5x superior do que seu antecessor, dissipando apenas 1/6 de sua potencia.

Ele é usado principalmente em aplicações de Áudio, Fotografias e Sistemas de comunicação.
Possui sistema de compressão e descompressão e eliminador de ruídos e eco.

Uma coisa muito interessante, é que ele utiliza como arquitetura, uma modificação da velha Arquitetura Harvard incluindo um barramento e outros 3 para leitura de dados podendo trazer operandos simultaneamente (à leitura), melhorando assim a velocidade de comunicação.

TSM

Seja como for, definitivamente o N73 não possui dois processadores ARM9 de 220 mhz como muitos pensam!
Pense no TMS320C55x como uma placa de vídeo Off-Board (péssima comparação, ok!). Este chip da Texas irá cuidar do processamento de toda a parte da comunicação do celular, ou seja, suas ligações e dados trafegados.

Sem ele o processador central (ARM9) teria que cuidar de tudo, e ai teríamos um celular com péssima qualidade sonora além de não ser possível a implementação de novas tecnologias de dados, como o próprio 3G (que possui um chip dedicado para tal) ou o HSPDA.

Todas estas informações são facilmente encontradas nos respectivos Datasheets dos componentes, mas para o pessoal que não conhece (e nem deseja) eletrônica, foi ai um pequeno resumo das possibilidades dos nossos pequenos (a nível de Hardware)

A arquitetura do N95 por exemplo, diferencia um pouco tendo Acelerador 3D integrado – que no N73 feito pelo ARM9 e emulado via software – aliviando o processamento para outras tarefas e melhorando o desempenho geral

Para mais esquemas, acesse o site: http://www.nokia-tuning.net/index.php?s=processor
Ai tu vai achar todos os processadores usados nos Nokia e poder comparar um pouco o porque da diferença brutal de desempenho de modelo para modelo.

É isso!