Arquivo para abril \28\UTC 2009

Uma pequena reflexão

Olá amigos, como estão?

Bom, hoje vou fugir um pouco das regras e debater sobre uma questão pertinente à todos, à mim, aos leitores… à todos de maneira geral!

Hoje em dia todo mundo ostenta uma paixão por algo, seja ela carros ou aviões (como um amigo meu rs), computadores e acredito que no caso da maioria dos leitores, celulares. Eu mesmo sou fanático por essas pequenas caixinhas que guardam câmera, lista telefônica, lista de compras, controle remoto… e por ai vai…

Mais e mais vezes, de forma cada vez mais acelerada, sai um novíssimo modelo com tudo aquilo que você deseja menos um X que “poxa, faltou aqui”. E ai sai outro modelo com basicamente as mesmas coisas mas que trás aquilo que você gostaria no outro modelo e mais uma vez, vem faltando outra Y coisa.

Isto é extremamente comum e eu posso dar como exemplo meu N73, onde já reclamo sobre a falta do wifi, do GPS e de uma memória RAM maior. Mas bem, eu o comprei na época por ser (repito, na época), o melhor custo/benefício além de atender ao que eu mais desejava, uma boa câmera e claro, um Smartphone sem mais limitações do CX75.

Querem um exemplo “altamente” recente?
Vejam o post no Blog do querido amigo Alessandro, do NPossibilidades: http://npossibilidades.wordpress.com/ e quase o mesmo post no Nokia Touch: http://nokia-touch.blogspot.com/

Há uma aparente decepção com o hardware do aparelho já que no começo houveram rumores de até 256MB RAM!
Será que o custo não aumentaria muito com um processador + memória maiores? E a autonomia do aparelho? Afinal a tela é bem maior…

E será mesmo que a Nokia colocaria um aparelho que fosse incapaz e travasse toda hora, no mercado? Afinal o Symbian 5th Edition deve ter diversas melhorias perantes seus antecessores e um processador de 434Mhz não é pouca coisa para um ARM.

Um outro amigo do ramo (e me perdoe a franqueza mas as pessoas necessitam refletir mais em suas aquisições), possui um Nokia E71 + Nokia N810 + Nokia 5800 + Ipod Touch + Play Portatil + Notebook.
Por que eu citei o notebook? Eu mesmo fiz a compra do N800 por causa do preço e acabei me arrependendo… Por que?

Oras, eu já tenho um notebook onde basicamente uso para fazer trabalhos, testar coisas novas não só sobre celulares mas pcs também, programar e navegar na internet me divertindo ainda no msn.
Comprei o N800 pois nunca tive um aparelho Touchscreen e gostaria de levá-lo para todo lugar já que ele é muito mais compacto que o notebook (que alias o meu está em uma categoria média com 2,7kg e tela de 14,1″) mas oras bolas, falta a saída VGA (que no notebook tem! mas no N800 não..)

Eu pergunto então, para que? No meu caso ou eu usaria o Notebook e deixaria o N800 meio jogado ou usaria o N800 e o Note ia ficar mais desligado, desperdiçando assim meu rico dinheiro (que alias é BEM suado), já que ainda pago o Note…
E usar o datashow da escola para apresentar algo usando apenas o N800 não dá.. não tem saida…

Cada caso, é claro, é um caso diferente.
Mas pergunte-se a sí mesmo. Será que eu comprei porque eu preciso ou é apenas um luxo?
Por mais que o preço esteja absurdamente baixo, talvez investir R$399,00 para alegrar sua mulher do que comprar um novo aparelho para ficar jogado, possa ser mais interessante e você se sinta mais satisfeito!

Termino aqui com esse vídeo da Guru ambiental Annie Leonard que explica de maneira inteligente e divertida sobre justamente o que falei acima.
É longo (21 minutos) mas vale a pena do início ao fim! e Lembre-se: Reflexão é a base de tudo ;D

PS: De maneira alguma estou criticando ou julgando os amigos que compraram ou que tem diversos aparelhos. Estou apenas compartilhando uma experiência própria e que talvez seja (e acredito que é) a mesma experiência de muitas pessoas, mesmo que posterior!

Nokia E71x

Após repetir o sucesso do Nokia N95 com o N95 8gb, a Nokia lançou um aparelho para o público corporativo que também foi de agrado geral, o Nokia E71 E-Series.

Seguindo a mesma linha, a Nokia lançou uma versão especial para a AT&T, E71x, com preços que iniciam em US$99, custando o desbloqueio, US$359.

O aparelho possui as mesmas funções do E71 vendido no resto do mundo, e trás o recurso a mais chamado “See what I see”,  algo como uma vídeoconferência avançada, permitindo ao usuário mostrar através da câmera, o que está vendo naquele exato momento (uma espécie de webcam móvel).

Não está previsto aqui para o Brasil mas mais informações podem ser vistas no site americano da Nokia.

Fonte: Blog da Elis Monteiro

Garantia Limitada

Olá

Qual o tempo de garantia de qualquer produto aqui no Brasil? É de conhecimento geral que quase tudo possui um ano de garantia, isso por causa de órgãos de defesa do consumidor, que fizeram vigorar em Lei tal período.

Normalmente a maioria pensa este ser um tempo suficiente, geralmente com aparelhos apresentando problemas antes do prazo.
Só que muitas vezes acontece que 1 dia após acabar o período da mesma ou até mesmo horas (me lembro de um post que li sobre mas não lembro onde está!), puff, o aparelho morre.

Eu considero como um tempo baixo, tendo em vista que hoje tudo é produzido para ter uma durabilidade limitada.
Mas por que falo sobre isso? Pois estive lendo nas páginas da Nokia e no Google sobre o período de garantia de outros países… e só para se ter uma idéia, na Nokia Portugal o tempo padrão é de 24 meses, 2 anos para o aparelho.

“Vinte e quatro (24) meses para o dispositivo móvel e doze (12) meses para os acessórios (quer vendidos enquanto parte integrante do pack de venda do dispositivo móvel, quer vendidos separadamente), excluindo os consumíveis e acessórios descritos nas alíneas (b) e (c) que se seguem;”


Agora, eu pergunto, seria irrelevante tal informação?
Nos EUA o tempo é de 1 ano também! Parece-me que somente na Europa por causa da Comissão Européia (que muitas vezes impõe normas absurdas) é que consumidores podem ter mais conforto sobre os cuidados com seus produtos.

E vocês, o que acham? Acham ideal o tempo de 1 ano? E os valores da Garantia Adicional?

Comentem!